domingo, 31 de janeiro de 2010


Foi mal, mas tô em êxtase. Esse jogo é digno de Final de Brasileirão, e acho que um dos mais emocionantes de 3 ou 4 anos pra cá.

Quando deu 44 do segundo tempo, fiquei pensando no que eu ia escrever. Sabia que esse texto teria que ser o melhor (lê-se o menos pior) que eu já fiz nesse Blog Bolado. Mas não vou conseguir.

Mamãe me ensinou que, quando você não consegue falar, não se deve falar. Mas vou falar pra cacete. Fazer o que? Foi uma peça de Teatro, daquelas bem dramáticas, mas com final de novela. Final feliz.

Primeiro ato:

Primeira cena: Aos 14 minutos, o gol do Fru-Fru. Numa falha bisonha da nossa zaga, que tentou fazer uma linha de impedimento e não conseguiu.

Segunda cena: Aos 40 do primeiro tempo, o Flamengo fez um pênalti. Pênalti, digamos, necessário. O Fluminense faria o gol da mesma forma.

Terceira cena: Nem tinha terminado o agarra-agarra na comemoração deles, penal pá nós. Numa jogada que o Juan partiu pra dentro e MOSTROU QUEM É O VERDADEIRO JUAN. Impera cobrou e gol do Flamengo.

Quarta cena: Eu nem tinha terminado de gritar: " Mengooo,porra! ", o timinho colorido da Burguesia cor-de-rosa fez mais um, num gol chorado, batendo de ombro em ombro e enganando o Brunão.

Segundo ato:

Quinta cena: Pet e Fernando saíram, Willians-Carrapts e Pachecão-SG-Fortemente entraram. A mão divina de Andrade, e a benção celestial de São Judas mudaram a partida a partir daí. Depois de um escanteio, um gol chorado do Love. Isso aos 7 do segundo tempo.

Sexta cena: Numa jogada speed, Kleberson entrou como uma flecha e meteu na rede. Oportunismo e qualidade. Lugar certo, na hora certa. Isso aos 8 do segundo tempo. 3 a 3, num jogo cardíaco

Sétima cena: Ao roubar a bola no nosso campo e meter um lançamentaço pro Love, a pelota foi morrer no pé do Pachecão-SG-Fortemente, que cruzou pro Adriano e, de cara pro gol, virou pá nós. Virada heroica. Digno de documentário daqui a uns 30 anos.

Oitava cena: O quinto foi pra cremar e jogar as porpurinas no mar. Os Tricoflores, querendo reclamar de um impedimento inexistente, deixou o Impera chegar, tomar uma água de coco, comer um podrão e bater pro gol. 5 a 3 num jogo mágico.

Jogão. E venceu o verdadeiro time de Guerreiros !

Abraços com armaduras de gladiadores. Saudações Rubro-Negras e continências. Tenham uma boa noite, GUERREIROS!

8 comentários:

Matheus Macário disse...

Muito bom o texto...parece ficção msm..uhaUHAAuhuha

DiiO disse...

e como numa cena teatral , a cortina foi fechada com aplausos "euforia" da maioria.

anderson disse...

booooooaa mlk! o verdadeiro time de guerreiros! [2]

Adryelle disse...

que texto fodaaaaaaaaaaaaa! Mengão eterno (L)

Thais disse...

o verdadeiro time de guerreiros! [3] melhor texto e melhor jogo. sem mais!

[CRF]Raulzin disse...

Melhor post do Blog, foda yuri. "Pachecão-SG-Fortemente" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Muito foda mesmo, parabéns.

MEEEEEEEEEENGO

tais disse...

o verdadeiro time de guerreiros![4]

geise disse...

- AFee fazee o que Mengoo é Mengoo *--* Poxaa nem precisa de muitas palavras pra falar sobrre esse time . poxa atitudes sempre provam mas que as proprias palavras e o jogoo de hojee afffe mais do que prova que FLAMENGOO é Phodaaa ... Pra sempree Meu MENGOOO (L)

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.