sábado, 1 de maio de 2010
Como não temos jogos no fim de semana, nem situações polêmicas no Flamengo (o que me espanta), resolvi escrever sobre algum jogador importante. E nada mais justo, depois desse Bi-Campeonato de Showball, homenagear Djalminha, o Melhor do Mundo na modalidade.

Djalminha começou profissionalmente no Mengão em 89, aos 19 anos. Ele fez parte daquele Timaço (com T maiúsculo) que conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 1990. Time que, ouso dizer, se não fosse desmanchado em um ato de sacanagem, traria muitos títulos pra Sala de Troféus da Gávea. Mas isso é papo pra outro dia, em outra mesa de bar.

O filho do craque de outrora, Djalma Dias, ficou alguns anos no Flamengo: de 1989 até 1993. Sua saída foi conturbada, polêmica e porradeira. Djalminha ralou do Mengo ao brigar com Renato Gaúcho, em um Fla-Flu, disputado em um Rio-São Paulo de 93. Flamengo vencia por 2 a 0, com dois gols de Renato. O Flu virou, e no final do jogo, houve a briga. O então camisa 7 xingou Djalminha por não marcar, e os dois partiram pra discussão. Um empurrou o outro, e pasmem, o nada grande Marcelinho Carioca foi separar. Depois disso, Djalma se transferiu para o Guarani.


Fez sua trajetória no football ao brilhar no Palmeiras, e na Seleção Brasileira. Seleção que, inclusive, quase o convocou para a Copa de 2002. Motivo da não convocação? Briga, de novo. O Garoto Veneno simplesmente deu uma inocente cabeçada no técnico do Deportivo La Coruña, seu time da época. Depois, rodou o mundo, até parar de jogar em 2004.

Após pendurar as chuteiras, resolveu dedicar-se a uma nova modalidade do esporte bretão. Diferente do Futebol de Salão e do de Campo, o Showball tem como um dos seus fundadores e melhores jogadores o próprio Djalminha. Joga desde 2007 no Flamengo, onde conquistou o vice-campeonato do Rio-São Paulo de 2008 e o Bi-Campeonato Brasileiro de 2009 e 2010.

O que me surpreende, no melhor sentido da palavra, é a classe de Djalminha, por mais que tenha 39 anos nas costas. Tá fininho, e com a habilidade de sempre, inclusive para os pênaltis. Fico pensando no Garoto Veneno comandando o meio-de-campo do Flamengo de hoje. Escolheria camisa.


5 comentários:

Foo disse...

djalminha mito

[CRF]Raulzin disse...

Joga muito o Djalminha. Ontem mais uma vez decidiu para o Mengão

Felipe Godinho disse...

joga muito,pena que parou de jogar muito cedo,podia ter encerrado a carreira no mengão

anderson disse...

sempre jogou demais... mas as brigas atrapalharam muito a carreira dele

Romulo disse...

mito do sholboll

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.