quarta-feira, 5 de maio de 2010
Onze homens fizeram a alegria de um país sem nem ao menos perceber. Eles criaram ceitas – nada secretas - diferentes, que hoje movimentam mais de 50 milhoes de fanáticos.

Seis, eram jovens rapazes do fim do século XIX, que resolveram fazer um time de regatas, por pura inveja. Vendo as mocinhas do bairro do Flamengo loucas de paixão pelos fortes e bravos remadores de Botafogo, os rapazes assanhados decidiram fazer a própria equipe da Praia do Russel. Após marchas e contramarchas, naufrágios e compras de barco, derrotas e mais derrotas, o Grupo de Regatas do Flamengo cresceu. E venceu. Venceu. Venceu.

Outros cinco, sendo eles pintores, sapateiro, motorista e pedreiro, entediados com a espera d’um bonde no Centro de São Paulo, tiveram a ideia de criar um time de futebol. À luz de um lampião, na noite fria de São Paulo o Corinthians vinha ao mundo. E cem anos depois, um bando de loucos apaixonados seguem e perseguem o Coringão.

Pra mim, aquele estudioso que deseja pesquisar sobre a História do Brasil, não precisa se debruçar sobre grossos e imensos livros. Basta ver um Flamengo versus Corinthians. Está ali, representados por 22 homens e duas nações, o resumo do que é Brasil.

E durante a partida, não incomoda o céu. Não peça nada a Deus. O Supremo estará ocupado, junto a São Judas e São Jorge, vidrados na partida

4 comentários:

luan disse...

Matador aqui tbm

GK disse...

Disse tudo muleque ... Fico besta com vc e o Blode.

Anselmo disse...

dá até arrepio em você... esse é Eiras que eu conheço! mt bom! :) Thais aquii!

anderson disse...

O Supremo estará ocupado, junto a São Judas e São Jorge, vidrados na partida [2]

com certeza o melhor confronto entre paulistas e cariocas é esse aí.
bença são judas... vamos Flameeeeeeeeeeeeeengoooo! \o/ rumo as quartas,rumo ao bi!

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.