terça-feira, 30 de março de 2010


Abrindo a série "Ídolos e Mitos do Flamengo" vamos falar de Valido, vamos conhecer um pouco do porque esse Argentino é ídolo do Maior Clube do Mundo. Apesar de poucos saberem, por falta de conhecimento da história Flamenga ou por outros motivos, para os que não sabem vão saber, os que já sabem vão relembrar.

Agustín Valido era um Argentino que começou sua história no Flamengo em 1937, jogou 143 partidas e fez 45 gols. Parece um numero baixo para um ídolo, uns vão até perguntar como um atacante que fez 45 gols é ídolo, mas naquela época, eram poucos jogos por ano. Valido era um apaixonado pelo Flamengo, no centenário do Mengão ele deu uma entrevista muito emocionante para um documentário do canal ESPN Brasil, no final eu falo um pouco dessa entrevista.

O Argentino entrou definitivamente para história do Maior do Mundo com um gol, mas não foi um gol qualquer, ninguem vira ídolo por um gol qualquer em uma final. O gol de Valido não foi simplesmente um gol, teve muita coisa que tornou esse gol tão especial e decretou ele como um Imortal no Flamengo.

Flavio Costa, tecnico daquela época, viu Valido jogando uma pelada e chamou ele para voltar a jogar pelo Flamengo. Valido  que estava parado 1 ano e 7 meses, não pensou duas vezes a aceitou o convite. Jogou contra o Fluminense e o proximo jogo era a grande final do Estadual de 44. O Mengão era Bi Campeão, ganhou em 42 e 43 (Valido participou da campanha de 42).

Valido amanheceu com febre, não estava muito bem para o jogo, Flavio Costa insistiu para que ele jogasse, jogou no sacrifício, tudo pelo Flamengo. Com 39 graus de febre lá foi ele pra campo. Isso já dava um toque a mais, um jogador com febre foi pra campo por amor ao Flamengo ? A torcida adora essas provas de amor ao Flamengo, isso torna uma identificação muito grande do jogador com a Torcida.

No finalzinho da partida, Vevê bate o escanteio e Valido sobe apoiando-se no jogador vascaino e faz o gol da vitória, o gol do título, o gol do primeiro Tri Carioca do Fuderosão. A Torcida foi a loucura, Valido foi beijado, abraçado, foi muita festa. Depois foi confirmado que ele se apoiou no zagueiro vascaino e os vices começaram a chorar, mas não adiantou, ninguem tiraria esse título do Mengão, ninguem tiraria essa glória de Valido.

No final do jogo Flavio Costa disse, “Se o Flamengo não costuma esquecer seus campeões, para os de hoje, deve reservar uma gratidão especial”, foi sim reservado uma gratidão para todos e mais ainda para o Herói Valido.

Ah, lembra da entrevista que ele deu para a ESPN Brasil ? Então, vou colocar umas frases dele, que gostei muito.

"...Queria botar camisa do Flamengo nesse aniversario, porque eu amo tanto meu clube, que não há ninguem que possa imaginar o sentimento profundo que eu tenho em meu coração sobre o meu querido Flamengo..."

"...Eu queria ser um poeta para poder te explicar, mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem por esse clube..."

"...Flamengo, por te querer te tanto, querer que te queira mais. Te quero mais que minha vida, que mais quere ?  Quere mais ?..."

Acho que não precisa de mais para verem que esse Argentino era completamente apaixonado pelo Mais Querido do Mundo. Valido é mais um ídolo do Flamengo e de seus ídolos, os Flamenguistas não esquecem jamais.

Agustín Valido faleceu em 23 de Fevereiro de 1998 com 84 anos.

Abraços, Raul Nicacio, SRN.

2 comentários:

anderson disse...

maneiro, não conhecia a história... parabens por relembrar

Rômulo disse...

eu ja conhecia, mas é muito bom relembras


semo nois

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.