quinta-feira, 3 de junho de 2010
É impossível comparar, na sociedade Flamenga, o futebol com o basquete. Basquete é, de fato, importante. Mas cá entre nós, foi (e é) o esporte bretão quem carregou o Flamengo durante toda sua gloriosa história.
Mas o que eu tenho visto, no basketball rubro-negro, é a presença de espírito Maracanesca.

Fui para a Arena preocupado com uma série de fatores. Fatores que são obstáculos para todo torcedor. Mas enfrentamos com o maior prazer do mundo.

Grana (a falta dela), frio, fome, fila. Cada barreira superada vem com o pensamento:
- É pelo Flamengo.

Após os episódios escrotos em Brasília, a torcida foi mordida pra Arena mostrar quem é o Maior do Mundo. Mostrar também, que se conquistarmos o Tri, vai ser merecido.

Os Gigantes Rubro-Negros jogaram com raça, e mesmo sem Marcelinho praticamente toda a parte do tempo, dominaram a partida.
Mesmo no terceiro quarto, onde é habitual acontecer uma pane no time, o Flamengo foi monstruoso.

Os nossos jogadores, e mais que isso, a nossa Torcida, mostraram que pra comemorar uma vitória não é preciso invadir a quadra e descer o cacete no time adversário.

Mesmo porque ao contrário de alguns vândalos de barriga cheia, nós, os "Mortos de Fome", somos educados. E vencedores.

Abraços e Saudações Rubro-Negras, Yuri E.

3 comentários:

FabioJustino disse...

Brother, a Arena é longe, na Barra é frio, muita gente pra entrar, mas... vale o sacrifício pra ver a "Geração 81" das quadras.

Magia Neles,

Fábio Justino

[CRF]Raulzin disse...

Fiquei uma hora na fila, uma barreira que tive que enfrentar por culpa minha até. Mas fiquei lá na fila, com um medo do ingresso acabar, mas valeu muito a pena. Valeu pelo massacre que o time deu em quadra, valeu pelo show da torcida, de como apoiar e de como se comportar.

Ácido Poético disse...

E pelo Mengo a gente faz cada coisa, né não? Putz, me lembro do perrengue da Libertadores contra o Nacional... Comprei o ingresso super caro em cima da hora, muita chuva, confusão pra entrar, Maraca entupido, frio e o Mengo precisando reverter uma situação sinistra. Bom, o Renato Abreu meteu dois, faltou um, fomos eliminados, mas aplaudimos de pé a raça e magia deste time que nos contagia e nos faz viver na linha tênue entre o amor e a ódio. Tudo pelo Flamengo!

SRN
Magia Neles!

Bruno Cazonatti
http://www.magiarubronegra.com.br
Twitter: @cazonatti

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.