domingo, 22 de agosto de 2010
Nada melhor que uma foto engraçada para falar mal de alguém


Tenho como orgulho nunca ter vaiado nenhum jogador ou técnico no Maracanã. Dificilmente eu critico os que entram em campo porque sou adepto da seguinte filosofia:

Pode ser careca, banguela ou sem as duas pernas. Não importa. Vestiu o Manto Sagrado eu vou apoiar. Vou cobrar também, afinal sou torcedor. Mas apoiar acima de tudo.

Mas hoje pedi um tempo pra meus próprios pensamentos. Vou nadar a favor da corrente e vou dizer o que diz a massa:

- Rogério, entrega o boné!

Dos melhores comentaristas de futebol, passando pelos cegos e por Sérgio Noronha, o papo é apenas um: Não dá mais pro nosso querido Professor Pardal continuar comandando os onze guerreiros dentro de campo. Levo comigo que a tão sonhada reestruturação do Nosso Clube passa pela aquisição de PROFISSIONAIS que estejam no nível do Flamengo. E o Rogério não passa nem perto da Praça Nossa Senhora Auxiliadora.

Não entendo nada de contratação, nem de técnico, nem de administração. Mas sou torcedor e ficaria muito feliz em ver Adílio e/ou Andrade comandar as equipes do Flamengo. Não precisaria tirar o Rogério da Gávea. Ele pode ficar lá, comandando o time Pré-Mirim. Só não deixa sentar no banco de reservas do time principal.

Técnico não ganha jogo. Mas perde muitos.

Abraços e Saudações Rubro-Negras, Yuri E.

Siga no Twitter:

@Fla_Amizade
@RaulzinUBZ
@EirasYuri

2 comentários:

anderson disse...

Técnico não ganha jogo. Mas perde muitos. [2]

Mas não adianta demitir eu rebaixar o rogério, e trazer um dunga da vida,teria que ser técnico de alto nível

JEFF disse...

Não aguento mais o Rogério, porém não há quase opções. Gostaria muito do Adílio, como já andei defendendo no meu Blog (http://igrejaflamengo.blogspot.com)e como foi citado por você, mas ele é candidato a deputado e, em plena campanha, ficará difícil assumir o time. Também, gostaria da volta do Andrade. Mas, andei lendo (não sei se é verdade) que a Patrícia andou criticando a postura dele na relação com o time, chamando-o de indeciso e que não teria comando. Assim, não vejo clima para sua volta. E aí? Mesmo preferindo qq um ao Rogério, chamaríamos quem? Um medalhão pagando os tubos e arriscando a atrasar salários ou inflacionando-os? Ou um desses Geninhos (arghhhh!) da vida. Difícil missão essa do Zico. Mas, definitivamente, Rogério não dá. Não suporto mais ver o meu Flamengo jogando como Olaria. FLAmém. @IgrejaFlamengo

Arquivos do Blog

Parcerias

Adicione nosso logo em seu Blog.